sexta-feira, 20 de abril de 2012

Profissão docente - frase do dia

Os professores que dão as melhores aulas passam mais tempo trabalhando em casa, preparando as estratégias didáticas e metodológicas, que na sala de aula.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Fragmentos

Eli Lopes da Silva 

FRAGMENTO 1: Censurar?
O que os programas “Ultimate Fighter Brasil – em busca de campeões” e “Big Brother Brasil”, ambos veiculados pela Rede Globo de Televisão comungam? Resposta rapidinha: a censura, ou a falta dela. Enquanto no primeiro, que vai ao ar por volta de meia-noite, palavras como “porrada” são censuradas, pois a emissora coloca um sinal sonoro de “piiiiiii” quando a mesma é pronunciada. O outro, que vai ao ar por volta de 10 da noite, apresenta cenas de sexo sob o edredom. Hipocrisia da rede de TV que transmite os dois programas? Talvez. Qual moralidade está por trás da censura de uma palavra enquanto gestos tão obscenos são apresentados e incentivados? Fato é que a promiscuidade do programa BBB, bem como das telenovelas é que dá audiência.
Usando uma reflexão de Williams (2011, p.146), se o “que mais temos hoje é um setor imenso de arte patrocinada pelo capitalismo, mostrada nas rotinas polidas do crime, da fraude, da intriga, da traição e de uma degradação exuberante da sexualidade” (grifo nosso), a “PiiiiiiTARIA” que é apresentada nas telenovelas e no Big Brother Brasil tem mesmo de ser compensada pelo “Piiii” no outro programa, para, quem sabe, dar uma falsa impressão de respeito ao público.
É mesmo “o rabo que abana o cachorro” (WILLIAMS, 2011, p.138), pois toda a produção é estimada em função do volume de público e não pela qualidade das mesmas, já que “tudo se resumo a dinheiro” (WILLIAMS, 2011, p.136).

FRAGMENTO 2: O atirador da Noruega
            Impossível fechar os olhos ao julgamento de Anders Behring Breivik que matou 77 pessoas na em Oslo, na Noruega, em 22 de julho de 2011. Ele foi a júri ontem, dia 16/04/2012. Entre as várias coisas que impressionam no fato, duas merecem destaque: a primeira é o fato de que ele alega legítima defesa, a segunda, sua afirmação que “"Eu não reconheço as Cortes norueguesas porque vocês recebem seu mandato dos partidos políticos da Noruega que apoiam o multiculturalismo" (ATIRADOR, 2012).



FRAGMENTO 3: A escola e o tempo
            Vale a pena ver o vídeo do professor Jhony Yamada que apresenta alguns avanços da tecnologia e faz um paralelo destes com a estrutura física da escola. Ou ele quis ir além da estrutura física?  
FRAGMENTO 4: Provocações: teremos de morrer para resolver as coisas?
            A TV CULTURA possui uma série intitulada Provocações. No programa 49, poema 2 o apresentador mostra uma manchete de jornal sobre uma declaração da Cia. Americana de Cigarros Philip Morris sobre as mortes causadas por câncer. Segundo a empresa, a morte por câncer representa lucro para os governos, pois evita gasto com saúde e ainda representa menos pagamento de aposentadorias. A primeira provocação que o apresentador faz é: Será que teremos de morrer para resolver as coisas? Outra provocação, segundo o apresentador, foi a impressa ter dado tão pouca repercussão ao fato.

FRAGMENTO 5: A opinião pública não existe
            As pesquisas que se dizem de opinião pública, em boa parte das vezes, “estabilizam o escopo de escolhas e se tornam formas persuasivas de informação aparente” (WILLIAMS, 2011, p.153). O autor argumenta que tecnicamente é possível elaborar pesquisas com procedimentos mais adequados, pois o modo de pesquisa “por entrevista ou botão, dispõe de sua agenda de questões na crença em uma competência para respondê-las de acordo com os termos selecionados” (WILLIAMS, 2011, p.153).
            Bourdieu (1982, p.151) afirma que a opinião pública não existe, pelo menos no que diz respeito ao “sentido da definição social implicitamente admitida pelos que fazem sondagens de opinião ou pelos que utilizam os resultados das sondagens de opinião”. Ela não existe na forma que alguns grupos têm interesse em afirmar.
ONDE ENCONTRAR OS MATERIAIS CITADOS

ATIRADOR que matou 77 na Noruega admite crime e alega legítima defesa. [2012]. Portal de notícias G1.com.br. Disponível em: <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/04/atirador-da-noruega-admite-massacre-e-alega-autodefesa.html>. Acesso em: 17 abr. 2012.

BOURDIEU, Pierre. A opinião pública não existe. In: THIOLLENT, Michel J.M. Crítica metodológica, investigação social e enquete operária. 3.ed. São Paulo: Polis, 1982. p.137-151.

WILLIAMS, Raymond. Política do modernismo: contra os novos reformistas. São Paulo: Editora Unesp, 2011.

O programa 49, poema 2 está disponível no Youtube, no endereço:

O vídeo de Jhony Yamada também está no Youtube:


domingo, 15 de abril de 2012

Mídia-Educação: experiências dos professores em Chapecó/SC


Mídia-Educação: experiências dos professores em Chapecó/SC
Eli Lopes da Silva
Como atividade final da disciplina Mídia-Educação, que lecionei no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Didática da Educação Superior da Faculdade de Tecnologia Senac Chapecó, pedi aos alunos (que são professores) a elaboração de uma aula com uso de tecnologias.
As aulas foram muito boas e quero compartilhar com todos de forma resumida o que cada grupo apresentou, dentro da sua temática. A aula aconteceu em 14/04/2012 (sábado), na Faculdade de Tecnologia Senac Chapecó.


Primeiro Grupo:

Tecnologia utilizada:
Jogos digitais
Tema da aula:
Acordo ortográfico
Professoras:
Elisandra Giacomel,
Giseli Spessatto
Michelle Sprandel da Silva
Valdete Jane Cordeiro




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia
Elas deram uma aula sobre o Novo Acordo Ortográfico, de uma forma muito descontraída, na qual criaram inclusive músicas para que os alunos aprendem regras de uso do hífen e regras de acentuação ortográfica. Resumidamente o conteúdo da aula foi:
26 LETRAS NO ALFABETO – k, w, y
Hífen com os prefixos: ALÉM, AQUÉM, RECÉM, SEM, PRÉ, PRÓ,PÓS, EX-VICE-GRÃO-GRÃ, SOTO-SOTA
Radical iniciado por H
Última letra do prefixo e primeira do radical iguais (letras iguais = separa) / (diferentes = une)

Se for diferente e terminar por vogal – iniciar com R ou S = une e dobra o R ou S

Mal = vogal
- Circum e Pan= vogal, m, n
Sub=R
ACENTUAÇÃO – ditongos abertos ei – oi nas paroxítonas
Caiu o trema
Acento diferencial
Vogais iguais



Ao final da aula elas deram uma atividade utilizado um jogo digital, disponível no endereço eletrônico da Câmara dos Deputados.









Segundo Grupo:

Tecnologia utilizada:
Blog
Tema da aula:
Meio ambiente: a conferência Rio+20
Professoras:
Geisa Percio do Prado
Manuela Gazzoni dos Passos
Katia Melissa Ballestreri




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia
Elas possuem um blog intitulado Discutindo Meio Ambiente e deram uma aula sobre a Conferência Rio+20.

Na aula, todos os presentes tiveram a oportunidade de entender um pouco sobre a Conferência Rio+20 e puderam acessar o blog.



Além de conhecer o Blog, que já é utilizado pela equipe nas aulas sobre Meio Ambiente, os presentes tiveram a oportunidade de postar comentários no Blog.
O Blog está disponível no endereço eletrônico:







Terceiro Grupo:

Tecnologia utilizada:
Youtube
Tema da aula:
Comunicação
Professoras:
Daniele Bohnenberger
Karina Fries
Neusa Muller




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia
O grupo apresentou alguns conceitos chave no processo de comunicação, como a emissão, recepção e ruídos de comunicação.

Algumas falhas de comunicação foram apresentadas.




O grupo utilizou vídeos publicados no Youtube que mostram como o processo de comunicação pode se transformar em problema.
Alguns dos vídeos foram:








Quarto Grupo:

Tecnologia utilizada:
Objetos de aprendizagem
Tema da aula:
Declaração de imposto de renda
Professoras:
Elizandra Maria Silvestre Bet
Franciele Pastre
Germana Lucena de Araújo




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia
Elas apresentaram os principais aspectos que devem ser observados no momento de fazer a declaração anual de imposto de renda.




O objeto de aprendizagem utilizado foi a simulação do preenchimento da declaração, disponível no site da Receita Federal do Brasil (RBF). Para isto, elas baixaram o programa e fizeram a demonstração utilizando-o.
Partindo da concepção de alguns autores de que um objeto de aprendizagem não necessariamente precisa ser digital, elas utilizaram também um folder explicativo de como preencher a declaração.






Quinto Grupo:

Tecnologia utilizada:
Redes sociais
Tema da aula:
Marketing Digital
Professores:
Narciso Mauro Dumke
Renato Romancini
Rute Rosangela Dalmina




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia

O grupo apresentou um histórico do Marketing, passando pela sociedade industrial até os dias de hoje, que culmina com a utilização das redes sociais para se fazer Marketing.



O grupo apresentou um vídeo intitulado “O poder do Marketing nas redes sociais” e mostrou como as redes sociais podem ser utilizadas em disciplinas escolares. Para tal, mostraram como as redes sociais são utilizadas no Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial da Faculdade de Tecnologia Senac São Miguel do Oeste, através das seguintes ferramentas:

Facebook: gestao.smo@hotmail.com      
Twitter:  gestao_smo
E-mail e msn: gestao.smo@hotmail.com                     
Blog: gestaocomercialsenac.blogspot.com.br






Sexto Grupo:

Tecnologia utilizada:
Cinema
Tema da aula:
Sexualidade
Professoras:
Milene Paz
Janaína Dauth
Cleudete Amorin
Michele Gaboardi




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia

Apesar da sexualidade ser tratado com mais naturalidade, a sociedade ainda o encara com muito preconceito e tabu e nem sempre é fácil conversar abertamente a respeito dele, especialmente entre os adultos. Considerando que a sexualidade é inerente à vida humana, o ideal é que esse tema seja abordado com clareza e conversando abertamente para que as pessoas possam exercer sua sexualidade de forma prazerosa e responsável.
            Em todas as sociedades, as expressões da sexualidade são codificadas pelas normas morais, religiosas ou cientificas que vão sendo interiorizada pelas pessoas desde a infância e por isso podem ser interpretadas como “naturais”. Entretanto, o contexto histórico e cultura determina, em grande medida, as expressões de sexualidade, pois as aprendizagens que realizamos, nesse campo acontecem na medida em que vivemos nossos desejos e nossas relações, em determinado tempo e lugar. Como afirma Jurandir Freire Costa (1994), cada sociedade inventa a sexualidade que pode inventar.



O grupo utilizou fragmentos de filmes para mostrar como a sexualidade é tratada no cinema e trouxe estes fragmentos como exemplos de situações que podem ser discutidas em sala de aula.
O principal fragmento utilizado foi o trecho Pai, o que é masturbação? extraído do filme Sexo com amor e disponível no Youtube. Clique no link acima para vê-lo.






Sétimo Grupo:

Tecnologia utilizada:
Hipertexto
Tema da aula:
Marketing Pessoal
Professoras:
Ana Paola Grando
Clair Regina Chiarello
Fernanda E. Cassol
Maria Berenice Gavioli




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia

O grupo apresentou os conceitos básicos de Marketing Pessoal, utilizando para isto um Mapa Conceitual.

Em seguida, o grupo deu uma aula com utilização de vários hiperlinks à medida que apresentava o assunto, abordando principalmente os seguintes aspectos do Marketing Pessoal:
Posicionamento Emocional.
Comunicação Interpessoal.
Redes de relacionamentos.



O grupo fez hiperlinks do material apresentado com conceitos publicados na internet, bem como links com arquivos armazenados no computador pessoal, como vídeos, textos e imagens.






Oitavo Grupo:

Tecnologia utilizada:
Mapa Conceitual
Tema da aula:
Políticas monetárias
Professores:
Fernando de Lima Lopes
Paulo Eduardo Kirchner
Johnny Luiz Grando




Resumo da aula

Como foi utilizada a tecnologia
O grupo apresentou os impactos das políticas econômicas na vida dos cidadãos.

Para tal, foram abordados aspectos como:
1.1.         Politica Fiscal
1.2.         Politica Monetária
1.3.         Politica Cambial
Instrumentos de Politica



O grupo utilizou o software Prezi para criação de um mapa conceitual.
O grupo citou o uso de softwares específicos para mapa conceitual, tais como CMAP TOOLS, BIZAGI, entre outros.