quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Tomara que meus alunos não sejam empreendedores!

Tomara que meus alunos não sejam empreendedores. Não da forma como acabo de ver no programa de TV intitulado "O APRENDIZ". Feliz é a paródia que um outro apresentador de TV faz deste programa, chamando-o de "O INFELIZ". É mesmo um programa infeliz em vários sentidos.

Durante todo o tempo o apresentador deste "O aprendiz", fala de empreendedorismo. Mas se emprendedorismo significa tratar as pessoas da forma como ele trata, com tamanha grosseria, fazendo com que elas se sintam um lixo, eu não quero ver meus alunos empreendendo.

Assisti a esta porcaria pela primeira e última vez. O que vi foi lastimável: a pessoa "demitida" do programa deste dia saiu tão arrasada, chorando tanto e sendo tão humilhada que significou para mim um aprendizado do que não se deve fazer. Talvez os professores de disciplinas de empreendedorismo, de gestão de pessoas, de relações interpessoais ou outras afins, possam utilizar este programa como exemplo de como um administrador não deve se comportar.

domingo, 20 de novembro de 2011

Cultura popular e a internet

Cultura popular é o que acontece quando a cultura de massa é empurrada de volta à cultura tradicional. [...] Filmes caseiros nunca ameaçaram Hollywood, enquanto permanecem dentro de casa. [...] O processo de criação é muito mais divertido e significativo se você puder compartilhar sua criação com outros,  e a web, desenvolvida para fins de cooperação dentro da comunidade científica, fornece uma infraestrutura para o compartilhamento das coisas que o americano médio vem criando em casa. ().


REFERÊNCIAS
JENKINS, Henry. Cultura da convergência. 2.ed. São Paulo: Aleph, 2009.