quinta-feira, 26 de abril de 2012

A escola do futuro

Estamos em tempos de reconceituação do que é presença.
Presença deixou de ser a "bunda" na cadeira. Você pode estar sentado diante de um professor e, no entanto, ao invés de participar da aula, você está participando de uma conversa, via celular ou computador, com amigos em outro estado, país ou continente.
Sua presença não está na sala de aula, mas neste ciberespaço com os amigos.
Presença, portanto, deixou de ser "bunda" na cadeira e passou a ser PARTICIPAÇÃO.
A presença é efetivada pelos espaços dos quais participamos.

Entretanto, se depender de alguns gestores, a escola do futuro terá chip na cadeira do professor para verificar se ele está presente e leitores de cartões magnéticos na entrada e saída das salas de aula para CHECAR a presença do aluno.


Um comentário:

Nági :) disse...

É triste, mas corresponde a realidade da maior parte das instituições, sejam elas educacionais, ou não. O discurso de globalização, universalização e virtualização nada tem a ver com as práticas estabelecidas dentro dos espaços acadêmicos, ou seja, há uma supervalorização do controle em detrimento da 'real' participação dos alunos e da significação dos conhecimentos.