domingo, 23 de outubro de 2011

GERAÇÃO 140 CARACTERES NÃO CONSEGUE LER TEXTOS LONGOS


A geração 140 caracteres do Twitter (este é o limite para envio de mensagens) não aprendeu a ler textos longos.
Isto ficou evidente na avaliação do ENEM.
A reportagem Textos (2011) publicada na página da G1.com mostra isto. Uma aluna, entrevistada após a avaliação do ENEM, disse: “O problema é que eu já ficava cansada só de ler os textos, então quando eu ia para a questão, já não estava com a atenção 100%” (TEXTOS, 2011).
Eu, como professor, tenho enfrentado problemas deste tipo: quando o aluno lê um texto de uma página para produzir outro, acha que o texto é longo demais.

Serão os efeitos da geração Twitter?

Referência
TEXTOS longos em prova do Enem desanimam candidatos no Rio. 2011. Disponível em: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/10/textos-longos-em-prova-do-enem-desanimam-candidatos-no-rio.html. Acesso em: 23 out. 2011.



2 comentários:

Luciana Effting Takiuchi disse...

Bem preocupante prof.:(
Imagina você a leitura de livros. Isso vai também ao encontro que o Brasil ainda tem baixos índices de leitura. Precisamos reverter essa situação!!
um abraço, Luciana

Luciana Effting Takiuchi disse...

Bem preocupante prof.:(
Imagina você a leitura de livros. Isso vai também ao encontro que o Brasil ainda tem baixos índices de leitura. Precisamos reverter essa situação!!
um abraço, Luciana