terça-feira, 17 de maio de 2011

Alguns querem acabar com a fundamentação teórica e outros querem matar a língua portuguesa


Fui surpreendido, no ano passado, com a proposta de um professor para eliminar a fundamentação teórica em TCC. Chocado com o que ouvi, escrevi o texto “Fundamentação Teórica em TCC de Pós-graduação”, que publiquei aqui no meu blog.

Hoje, assistindo ao jornal da Globo News, fui surpreendido com o fato da aprovação de um livro que diz ser discriminatório considerar errado o aluno escrever “os livro” e que a concordância não é necessária. A reportagem da Globo News (clique para ver) revela o que está escrito no livro.
Se juntarmos a proposta daquele professor que é contra a fundamentação teórica com este livro de língua portuguesa, então em breve as dissertações vão começar e ao mesmo tempo terminar da seguinte forma:

“Depois de nós pesquisá muito durante o curso, a gente chegamos às conclusão seguintes: nas entrevista que foi feita, tem 50% de home e 50% de muié. Então deu empate a pesquisa. Concluimo que o trabalho foi muito gratificante, que aprendemo muito na pesquisa e no curso. Referência bibiográfica: www.google.com.br

Pois é, professores, a coisa está feia mesmo.

Um comentário:

Patrícia disse...

Não preciso dizer mais nada. Você já disse/escreveu tudo!!! bjs.
:-))))