terça-feira, 29 de março de 2011

COMPARAÇÃO SALARIAL DE PROFESSOR EM BH E FLORIPA


A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2010/2011 estabelecida entre o Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais e o Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais, disponível em http://www.sinprominas.org.br/,  estabelece que o piso salarial de um professor do ensino superior em Belo Horizonte é de R$ 28,26 a hora.

A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2010/2011 estabelecida entre o Sindicato dos Professores de Florianópolis e Região e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Santa Catarina, disponível em http://portal.sinprofpolis.org.br/wp-content/arquivos/CCT-2010-2011.pdf,  estabelece que o piso salarial de um professor do ensino superior é de R$ 13,81 a hora.

SEM COMENTÁRIOS!!!!!!

7 comentários:

Anônimo disse...

Bem..., por acaso você sabe quanto é a variação da inflação em BH registrada no ultimo período? 2,17%! contra 0,71% em Florianópolis.
Ou seja, quando a pessoa em BH vai comprar algo em media o produto esta 2,17% mais caro, contra 0,71% em Florianópolis, ou seja, as pessoas em BH precisam ganhar mais, para que seus salários possam ter o poder de compra. Em termos, com os 13 reais em Florianópolis, a pessoa compra, por exemplo, 13 produtos de 1 real, porem esse produto em BH, obedecendo as inflações ditas acima, vão custar 215% por cento a mais, totalizando 27,15 reais.
Por isso as pessoas lá ganham mais, para poderem comprar os mesmos produtos que custam 13 reais em Florianópolis, a pessoas em BH precisam ganhar, 27,15...., entendeu?
Então faça de carneirinho, aqueles que querem ser carneirinho, pois o mundo não se faz APENAS de educação, mas de economia, saúde, turismo, infraestrutura, comunicação, e educação também, não APENAS só de educação! Pense nisso tudo antes de escrever certas coisas, pois no mundo existem coisas chamadas INFLAÇÃO, consumo autônomo, curva de consumo... e ECONOMISTAS!

Obrigado pelo espaço!

Eli Lopes disse...

Segundo dados divulgados pelo DIEESE, a cesta básica em Florianópolis (http://www.dieese.org.br/rel/rac/tramar11.xml#FLORIPA) custa R$ 241,47 enquanto que em Belo Horizonte (http://www.dieese.org.br/rel/rac/tramar11.xml#BELOH) custa R$ 246,63.
Os dados apresentados sobre a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos professores mostram que o piso salarial em Floripa é menos da metade do piso em BH. Será que o sindicato da categoria em Florianópolis julga que um professor em Floripa possa viver com menos da metade do salário de um professor em BH?

Anônimo disse...

algum dos professores das duas cidades ganha um salário tal que é incapaz de comprar a cesta básica? e quanto foi a variação dessas duas cestas no ultimo período? pelas taxas de inflação parece que a cesta em Florianópolis na vai subir tanto quanto em BH, mas o nao é esse, seria problemático se nenhum deles poder comprar a cesta, fato que custo muito a acreditar.

Eli Lopes disse...

Quando se faz a comparação com o preço da cesta básica o propósito é ter um parâmetro para se pensar acerca do custo de vista nas duas cidades e não para dizer sobre a possibilidade de comprá-la.

Anônimo disse...

se voce acha que os salários variam e acordo com a cesta básica e não de acordo com a inflação, ou com o poder de compra dos salários, ou que isso tudo esta atrelado a comparações.
Isso é um bom parâmetro mesmo! Quando se vive isolado em comparação absolutas de numeros, ou se desconhece conceitos básicos de economia, ou quando se vive alheio ao mundo real, pode escolher qual o seu caso.

Anônimo disse...

é tudo uma porcaria, ei desculpe, mas é a pura verdade o nosso salario é uma vergonha para o governo, enquanto estão eles por ai roubando , estamos em sala de aula com seus filhos ,o deles nao porque vivem em escolas particulares , enquanto os nossos sofrem em escolas precarias, sem espaço fisico adquado .professores desamimados e sem esperança de trabalho, quando vc ganha bem ,todos ganham até professores alegres, imagime só dois salarios minimos, vc estudo quatro anos para isso ,isso sim que é vergonha nacional...

DISCUTINDO E REDISCUTINDO A HISTÓRIA disse...

Levando em conta as informações postadas, ao revoltado anonimo, concordo que o munod não é so educação, assim como não é so justiça e por que magistrados ganham tanto... bom um professor em florianopolis precisa trabalhar 19h para comprar a cesta basica, espero que vc viva com uma, enquanto o de minas trabalha 9h, para compra-la lá em minas, só por isso ja seria matéria para se discutir, levando em conta que o dito professor só trabalhasse na escola e trabalhasse 160h por mes, ou seja em torno de 8h por dia, este receberia 2080,00 ou seja a cesta basica, que se não estou enganado limita-se a alguns punhados de arroz, feijão, farinha, oleo, uma lata de leite... este dispensa quaze 10% do seu salário, para isso. Este pobre mansebo, o qual me incluo ja que cometi o erro de escolher esta profissão, ainda tem que morar, se vestir, se locomover, se atualizar, sustentar seus filhos, ou nem o direito de ser pai ou mãe um professor pode ter, pois lazer, viajem e qualquer coisa que de prazer este não tem direito, apesar de a constituição garantir aos brasileiros isso. Mais que é relegado a alguns privilegiados. Bom outro dia li num desses adesivos que "o que seria da justiça sem os advogados", ai pensei o que seria dos advogados, medicos, juizes, engenhiros e ..., sem o professor, o mundo realmente não é só educação, mais ela tem um pouquinho de de participação neste